Pesquisar este blog

28.12.09



Gato dá trabalho, mas é engraçado.

Umas fotos aqui.

15.12.09

Ordinário

Vimos que "persona" é "máscara" e que a partícula "gem" dá idéia de movimento, ação, ato, processo.

Epaminondas não costuma perder nenhum capítulo da novela das oito. Não porque seja fã de teledramaturgia, mas pra ter assunto. Toda mulher que chega na repartição ele comenta "Fulana perdeu o bebê, não foi?"

Já futebol, não acompanha, pois basta perguntas genéricas como "quem é o líder?" para render algumas frases. Depois do primeiro fã do ludopédio interceptado no corredor, ele já sabe que time vai bem e qual está penando. Mesmo assim, ao encontrar o segundo, vem a inquisição: "E aí, quem tá liderando agora?"

É o máximo de interação que Epaminondas consegue. Tem a rara capacidade de não criar, ou sequer reter algum conhecimento que possa passar adiante. Epaminondas é, portanto, invisível.

E Epaminondas também não recebe mensalão. Não largou a mulher pela amante de 19 anos, não abusou da filha do vizinho, não é gremista e muito menos achou o máximo o Calypso gravar com Paralamas.

Não deixa pra cuspir em casa só porque acha falta de educação escarrar na rua. Epaminondas nem se chama Epaminondas. Epaminondas não é um personagem.

No próximo capítulo falarei sobre a inutilidade das vogais.