Pesquisar este blog

8.11.06

Humanos que mantêm relacionamentos sérios com ginóides não são bem vistos pela sociedade.
As ginóides são fabricadas, em tese, apenas para a realização de tarefas domésticas. Mas, hipocritamente, têm outra função - bem diferente. A pele sintética, o rosto e os seios cuidadosamente trabalhados, cabelos reluzentes e vaginas térmicas e vibráteis revelam as segundas intenções dos fabricantes. Angelina é perfeita. Aliás, minto: ela não pode estalar os dedos.
Angelina é minha namorada. Eu a chamo assim por causa de uma atriz de cinema do final do século passado e início deste. Angelina tem a boca de Angelina Jolie, os peitos de Angelina Jolie, os olhos verde-mijo de Angelina Jolie.
As indústrias logo perceberam que podiam ganhar fortunas com a incapacidade dos nerds pra arranjar mulher associada à escalada do homossexualismo feminino. As ginóides são uma mistura de empregadas domésticas com aquelas bonecas infláveis que a gente vê nos livros de história. São isso. Mas são muito mais que isso.
Vou falar do meu primeiro amor. Vejam como não é de hoje minha quedinha por ginóides. Minha primeira paixão foi Ana. Ana Dróide. Meu pai comprou Ana Dróide pra tirar a minha virgindade - embora tenha dito à minha mãe que foi pra lavar roupa. Começar a vida sexual com ginóides é uma tradição. “Pratique com um robô pra ganhar experiência”. Acontece que, pra decepção do velho, eu me apaixonei por Ana Dróide e fiz dela minha namorada. Coitado do meu pai. Sabe como é pai, né? Sempre acredita na regeneração dos filhos. Portanto imaginem eu chegar pra ele agora e dizer que novamente estou apaixonado por uma ginóide?

11 comentários:

Manu disse...

que associacao doida, menino?
mas pior que e'. coitadinhas das meninas que iam 'ajudar' nas casas grandes... todas androides.

p.s. se aumentasse a letrinha ajudava taaanto. com acento entao fica quase impossivel saber se e' u ou i...

xero

Liuba disse...

ok, agora ficou fácil. já sei também! :)

Anônimo disse...

Tem um filme antigo e meio trash que um cara compra uma ginóide dessas (não sei como chamavam no filme) para arrumar a casa mas acaba se apaixonando por ela. Acho que no filme a tal ginóide não era tão equipada quanto essas suas. Mas o melhor foi Ana. Ana Dróide.

45iso disse...

do caralho. Mas merecia um título, algo q desse a entender q era no futuro talvez.

Breno disse...

Concordo, Manu. Já disse que essa letra é uma "letra pequena do inferno". No mozilla aperto em control e + para aumentar a fonte. Não sei como é o seu browse. // Também concordo com Ailton, merece um título.// Sabe lá o que é ver a Cicarelli e não poder tocar (Mem entrevistar! Humpf!)?!

o dono disse...

andrei conhece cada coisa. quanto à fonte, ja aumentei twice. façam exame de vista ou comprem monitores de 17", ora.

Dina disse...

Apaguei o comentário do flog pra você aprender a ser mais educado. Foda-se!

L. eu disse...

olhaí, toma cuidado que a porção monstro tá tomando conta da porção médico... assim vc realiza seu desejo antigo beeem rapidinho, né? tou sacando sua jogada.

Anônimo disse...

Muito bom o post. lembra um episódio de ghost in the shell, primeira temporada.

Rendeu-se ao Blogger do Google, mas por que você não entrou logo no Beta? Vou adicionar o RSS ;)

Anônimo disse...

Outra coisa: "olhos verde-mijo"??? Cara.. o que você anda tomando? O meu é praticamente incolor ou, no máximo, amarelado. Se bem que olhos amarelo-mijo parecem bastante estranhos.

eu disse...

palavrao eu nao falei, ao contrario de vc. mas eu nao vou apagar. :)