Pesquisar este blog

26.12.06

O físico americano Costas Efthimiou acaba de concluir: vampiros não podem existir. Ele calculou que, se o conde Drácula mordesse uma pessoa por mês a partir de 1600, e suas vítimas fossem mordendo mais gente nesse mesmo ritmo, todo mundo seria vampiro hoje.

6 comentários:

Dina disse...

And the Oscar for the most useless information goes to...

Anônimo disse...

bom que dina eh sutil.


no mais, ele está errado. eu acredito em vampiros.


como faço pro braulio me responder? hehe

Anônimo disse...

Ele está errado, como qualquer jogador de RPG sabe. O vampiro só transforma sua vítima em outro vampiro se quiser, caso contrário ele pode apenas se alimentar da pessoa.

Luís disse...

É verdade. Tem q haver a troca de sangue, a vítima tem q sugar o sangue do pulso do seu algoz para q vire vampiro tb..

Anônimo disse...

bom
todos acham que ele tah errado, afinal.

Manu disse...

Hahahahahaha
Olhe, nao sei nao... Tem tanto saguessuga por ai...
Beijinhos