Pesquisar este blog

23.2.08

Nunca fomos colonizados, fizemos foi putaria

Esqueça tudo o que você já viu, leu ou ouviu sobre ratoeiras, orgias, bacanais, surubas ou festinhas em repúblicas.

"O ambiente em que começou a vida brasileira foi de quase intoxicação sexual. O europeu saltava em terra escorregando em índia nua; os próprios padres da Companhia [de Jesus] precisavam descer com cuidado, senão atolavam o pé na carne. Muitos clérigos deixaram-se contaminar pela devassidão. As mulheres eram as primeiras a se entregar aos brancos, as mais ardentes indo esfregar-se nas pernas desses que supunham deuses. Davam-se ao europeu por um pente ou um caco de espelho."

Gilberto Freyre, Casa-grande e senzala

"...aqui, onde as mulheres andam nuas e não sabem se negar a ninguém, mas até elas mesmas cometem e importunam os homens, jogando-se com eles nas redes porque têm por honra dormir com cristãos."

José de Anchieta, Cartas

9 comentários:

gio disse...

tudo isso era mesmo novidade pra tu ou tu postou só pra deixar registrado? :p

Wilson disse...

né isso! faz tempo que esse blog tá devendo um post de futuro.

Breno Barros disse...

A crítica que faço a Gilberto Freyre é justamente esse tom elogioso quando trata do branco europeu colonizador.

eu disse...

No trecho não vejo nenhum elogio ao "branco europeu colonizador", mas sua critica procede.

Ei, Wilson, frouxo, cuzao e pinão, quem é tu pra vir falar de blog? ¬¬

gio disse...

veja bem, wilson, eu não disse que o post não tinha futuro. me inclua fora, hein.

Lygia disse...

alguém realmente ainda acredita nisso?

Breno Barros disse...

Bruno, o link da coluna de Braulio mudou. Anota aí o novo.
http://jornaldaparaiba.globo.com/col_brau.php

Tati disse...

E continua assim. Um baile funk eterno.

Luís Venceslau disse...

Simon Bolívar, qdo teve os seus métodos questionados por um arrogante embaixador francês, respondeu: "Deixem-nos ter a nossa Idade Média". Isso explica muita coisa.