Pesquisar este blog

2.10.07

Che foi um assassino frio, autoritário, fracassado, irresponsável e que não gostava de tomar banho.
O agente da CIA - um exilado cubano nos EUA - que o capturou na Bolívia só autorizou a sua execução por imposição do povo e do governo daquele país. Antes, porém, indagou ao guerrilheiro se ele queria deixar uma mensagem à família – “diga à minha mulher que case de novo e seja feliz”. E antes, ainda, ouviu Che tentar convencê-lo a prendê-lo ao invés de matá-lo.

Pelo menos é o que diz a Veja.

3 comentários:

Lygia disse...

eu tou começando a ficar preocupada contigo, Bruno.

Mythus disse...

Faltou a referência bibliográfica.

wilson disse...

Veja isso

http://www.youtube.com/watch?v=aPNeXir1SSY&eurl=http%3A%2F%2Fwww%2Esonacanela%2Eblogspot%2Ecom%2F